Subscreve as novidades

AHO! Espírito dos meus antepassados!


AHO Mãe Terra! AHO Espírito dos meus antepassados!
Este útero de terra alberga o meu, o nosso, renascimento. Estas são as paredes do teu colo, que me alimentam e que me relembram vezes e vezes sem fim, que sempre morro e sempre renasço. E é aqui, que renasço com a Primavera.
A imagem retrata o interior de uma Mamoa, útero de terra onde os nossos antepassados, que há 7 mil anos atrás, celebravam e esperavam o renascer. Lá, os mortos eram enterrados em posição fetal, simbolizando o retorno ao útero materno.
Dentro dessa mamoa apenas alguns eram enterrados, talvez os homens de medicina, ou os chefes da tribo. No seu interior o morto era sepultado com vários objectos seus, símbolo do seu estatuto social, garantiam uma vida para além da morte. Estes monumentos estarão associados ao ciclo de renascimento da Primavera!
Enviar um comentário